Minicursos - C#

Random


Esse é um método muito interessante! Para quem gosta de joguinhos ou pretende trabalhar com aplicações web que se atualizam automaticamente, ele é muito importante! Trata-se de um gerador de números aleatórios. Vejam na prática como funciona seu uso:

Random - C#

Vejamos como ficou a impressão da variável i após o recebimento do número aleatório.

Random - C#

Aí está nosso número aleatório, mas ele é tão grande que é difícil encontrar uma utilidade para ele, certo? É verdade, e isso acontece porque o método Next gera um inteiro positivo entre zero e o enorme 2.147.483.647. É um intervalo desnecessariamente grande, mas felizmente isso pode ser controlado. Vamos imaginar que quiséssemos números aleatórios inferiores a 10. Para isso o código ficaria:

Random - C#

Antes de executar o código farei um for para exibir 15 números randômicos, para que fique mais evidente a execução do código com a limitação de 10 números. Agora ficou dessa forma:

Random - C#

E a execução nos trará o seguinte resultado:

Random - C#

Agora temos 15 números gerados aleatoriamente entre 0 a 9.

Você também poderia especificar um intervalo que não começasse do zero. Vamos imaginar que precisássemos de um número aleatório entre 50 e 80, incluindo-os. Nosso código deveria ser:

Random - C#

Vejam a execução:

Random - C#

Percebam que o intervalo entre 50 e 80 participou do sorteio.

Esse foi o método Random. É uma importante ferramenta. Lembre-se dele!



Algumas notícias

O que acontece com o cérebro no exato momento em que morremos

 

O que passa em nossa cabeça no momento da morte? Não se sabe exatamente e, embora os cientistas tenham alguma resposta, a resposta continua sendo um grande mistério. Além de difícil solução, tentar respondê-la pode criar implicações éticas. No entanto, uma equipe de cientistas da Universidade...

Ler Notícia Completa

Operada e devolvida ao útero, menina que nasceu duas vezes hoje 'acorda sorrindo toda manhã'

 

Um bebê pode nascer duas vezes? Não é o caso da absoluta maioria das crianças, mas foi assim para a pequena Lynlee Boemer. Em outubro de 2015, sua mãe, Margaret Boemer, descobriu que estava grávida de gêmeos. Ela sofreu um aborto espontâneo, mas um dos bebês sobreviveu. Com dez semanas de ges...

Ler Notícia Completa
Você gostará destes vídeos: