Minicursos - CSS

CSS significa Cascading Style Sheets (Folhas de estilo em cascata). Como o próprio nome sugere, são folhas que dão estilos às páginas. Quando nós tínhamos apenas páginas feitas em HTML esses estilos eram gerados no próprio código e, pelo fato dos sites serem sempre muito pequenos, portanto fáceis de administrar, isso não era um problema. Agora, como qualquer site é composto por no mínimo dezenas de páginas, querer aplicar efeitos, estilos e formatar as páginas a partir de instruções dentro do próprio código estruturado seria extremamente trabalhoso.

Para tornar esse trabalho mais simples surgiu a CSS e é bastante fácil entender suas vantagens. Imaginem a seguinte situação: um cliente pediu para colorir todos os títulos de suas páginas, deixando-os azuis. Bem, se o site dele possuir três ou quatro páginas, isso até poderia ser feito página por página. Apesar de ser um procedimento condenável nos tempos de Web 2.0, seria possível. Mas, e se o site dele possuísse 200 ou 300 páginas? Temos que admitir que colorir tantos títulos seria inviável, já que isso tomaria um tempo enorme, gerando custos elevados ao cliente.

Com a CSS é possível criar regras e associa-las aos títulos ou a qualquer outra parte da página. Desta forma podemos modificar somente essa regra e a nova cor do título já seria aplicada em todo o site. Essa regra poderia conter, além da cor do texto, propriedades como tamanho, fonte utilizada, posição, dentre muitas outras opções. Praticamente não há o que não possa ser feito com a CSS atualmente.

É importante deixar claro que com a CSS não se cria conteúdo. Sua função não é essa! Ela apenas formata conteúdo já existente e presente nas tags HTML.

Agora que você já sabe para que serve a CSS, acesse suas outras seções e aprenda como utilizar essa excelente ferramenta para formatação de conteúdo para Internet.


Você gostará destes vídeos: