Minicursos - MySQL

Drop


Assim como vimos que o comando CREATE é responsável pela criação, tanto de tabelas quanto das bases de dados em um SGBD como o MySQL, o comando DROP faz o inverso, ou seja, apaga tabelas e bases de dados.

Vou criar uma base de dados simples, chamada contembits.

CREATE DATABASE contembits;

Vejamos se deu certo através do comando SHOW DATABASES;

Drop MySQL

Aí está nossa base de dados.

Agora vou criar uma tabela muito simples nessa base, chamada "teste".

CREATE TABLE teste(
nome varchar(30),
idade int,
primary key(nome)) Engine=InnoDB;

Agora um SHOW tables, para visualizarmos as tabelas existentes:

Drop MySQL

Nossa tabela "teste" está aí.

Vamos destruí-la com o comando DROP, da seguinte forma:

DROP TABLE teste;

Drop MySQL

Vejam que o comando foi bem aceito e, na sequência já realizei um SHOW TABLES, com o objetivo de visualizar as tabelas existentes nessa base, mas o retorno foi vazio, ou seja, a tabela "teste" foi realmente excluída.
Vamos fazer o mesmo para a base de dados "contembits".

Drop MySQL

Efetuei o DROP na base de dados e, ao listar todas as bases disponíveis podemos perceber que a "contembits" não está presente, ou seja, a remoção ocorreu com sucesso.

Os comandos DROP, sejam em tabelas ou em bases de dados, devem ser usados com muita cautela. Todos os dados são perdidos com ele, portanto é preciso ter muita atenção para não excluir dados por engano.



Você gostará destes vídeos: