Minicursos - Programação Orientada a Objetos

Encapsulamento e Modificadores de Acesso


Como vimos anteriormente, durante o processo de abstração determinamos quais serão os atributos e métodos do nosso objeto. No entanto, esses métodos precisam de uma proteção, para que não sejam acessados por qualquer outro objeto diretamente. É preciso que haja um controle sobre o acesso a essas propriedades (as variáveis da instância) e esse é o papel do encapsulamento. Ele irá proteger os campos contra alterações acidentais e só permitirá que seus valores sejam modificados através de métodos específicos para isso. Esse controle é feito através de palavras reservadas chamadas modificadores de acesso. São elas: public, private, protected e internal.

Basicamente o papel de cada modificador de acesso é:

- Public : permite o acesso por qualquer outro objeto, ou seja, é a forma menos segura possível.

- Private : permite o acesso somente de dentro da mesma classe onde foi criado.

- Protected : só permitirá o acesso na classe onde ele foi criado (como o modificador Private), mas permite também o acesso a classes-filha, ou seja, que herdam dessa classe. Não se preocupem com o conceito de herança agora. Falaremos dele mais adiante. Por enquanto apenas guardem que o modificador Protected não permite acessos externos, a menos que sejam de classes derivadas dele.

- Internal : permite o acesso somente dentro do projeto atual.

Vamos aproveitar a classe Carro que criamos anteriormente para demonstrar o funcionamento do encapsulamento e dos principais modificadores de acesso. Nossa classe está dessa forma:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

Nós possuímos os métodos setCor e getCor, ambos com o modificador de acesso public, ou seja, eles podem ser acessados livremente, que é o que de fato já testamos quando inserimos as cores "Azul" e "Vermelha" em nossos objetos no tutorial sobre instâncias. O IntelliSense do Visual Studio nos mostrava ambos como disponíveis quando criávamos o objeto objCarro, do tipo Carro, conforme a figura abaixo:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

Isso só acontece porque eles estão com modificador public. Vamos alterar o modificador do método getCor para private e ver o que acontece. Nosso código ficará assim:

namespace WindowsFormsApplication1
{
    internal class Carro

{
    string sCor;
    string sMarca;

    public void setCor(string cor)
    {
        sCor = cor;
    }

    private string getCor()
    {
        return sCor;
    }
}
}

Agora vamos chamar o IntelliSense do Visual Studio novamente, vejam:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

O setCor, que está definido como public, continua disponível, mas o getCor, que alteramos para private, não pode mais ser acessado de fora da classe Carro. Percebam o quanto isso é importante para a segurança do tráfego de dados. Nesse exemplo estamos lidando com métodos simples e inofensivos, que somente inserem e fazem a leitura de uma propriedade em um objeto, mas poderíamos ter, por exemplo, uma função que gravaria dados confidenciais no banco de dados. Dessa forma poderíamos definir seu modificador de acesso como private e permitir que a mesma fosse acessada somente de dentro da classe e após uma minuciosa verificação nas informações que foram passadas pelo usuário, evitando os famosos SQL Injections, que são instruções maliciosas que procuram danificar ou roubar os dados do banco.

Mas voltando ao nosso exemplo, da forma como nosso código do método getCor está agora, ou seja, com o modificador private, ele não mais pode ser acessado de fora da classe, mas somente de dentro dela, ou seja, de dentro do método setCor nós podemos chama-lo, vejam:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

No fundo é tudo muito simples, mas a importância dos modificadores de acesso é imensa e é muito importante que você os entenda.

Ainda na imagem acima é importante notar que as variáveis sCor e sMarca não possuem modificadores de acesso explícitos, mas na verdade eles existem. O C# trata, inteligentemente, todas as variáveis com modificadores não declarados como Privates. Ou seja, deixar o código acima como está ou fazê-lo com as palavras Private é a mesma coisa, vejam:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

Se alterarmos isso para public, mesmo de fora da classe elas ficarão disponíveis para acesso, vejam:

Encapsulamento e Modificadores de Acesso

Essa prática não é recomendada, pois a organização e a segurança que a POO nos oferece fica enfraquecida quando se altera variáveis da instância de um objeto diretamente. É aconselhável deixa-las sempre como private e somente efetuar a manipulação dos seus valores de dentro dos métodos da classe.

O básico sobre encapsulamento e modificadores de acesso é isso. Não vou falar agora sobre o tipo Protected, pois para isso seria preciso já ter falado sobre herança, então o farei no momento oportuno.

Vou deixar de lado o Internal, que só faz sentido em soluções muito grandes, que possuem mais de um projeto e, como o objetivo destes tutoriais é dar uma introdução à POO, não vejo sentido em citar um assunto que seguramente não será usado por alguém que esteja tendo seu primeiro contato com POO agora. Acho que só tumultuaria as coisas, mas, apenas para saciar sua curiosidade, ele não tem nada de complexo e basta pensar que atributos ou classes definidas como Internal somente podem ser acessadas de dentro do seu próprio assembly(Project, no Visual Studio). É importante também não confundir os Projects com as Solutions. O Visual Studio permite que uma Solution contenha vários Projects. Enfim, não se preocupe com este tipo de modificador de acesso. O importante é encerrar este tópico sabendo que é possível proteger os dados para que sejam acessados somente através de métodos específicos. Prossigamos nosso minicurso falando no tópico seguinte sobre "herança".



Algumas notícias

As memórias DDR5 estão chegando e trarão muitas melhorias

A próxima geração de memórias RAM já possui especificações definidas e promete grande melhoria em relação às atuais DDR4. E o mais importante: mesmo com desempenho bastante superior, elas consumirão menos energia. A tensão de trabalho das memórias DDR5 será de apenas 1.1V contra os 1.2V das atu...

Ler Notícia Completa

Google Chrome consumirá menos memória RAM em breve

O navegador da gigante de buscas da Internet é, sem dúvida, um dos melhores disponíveis, mas é inegável que o consumo de memória RAM por parte dele é exagerado. Este problema já se estende por anos, mas parece que em breve ele terá uma solução. Um novo recurso do Windows 10, chamado SegmentHeap...

Ler Notícia Completa

Sites e vídeos sem propagandas? Sim, é possível através da exploração de uma falha!

Seguramente você já se deparou com sites que bloqueiam o conteúdo da página e te obrigam a assinar determinado serviço para ler o conteúdo, certo? Ou foi tentar assistir aquele vídeo e as propagandas em tela cheia não pararam de surgir. Bem, todos já nos deparamos com isso, no entanto, um bug de...

Ler Notícia Completa

Inteligência Artificial cria antibiótico super potente

Pesquisadores do MIT (EUA) identificaram um novo e poderoso composto antibiótico usando um algoritmo de aprendizado de máquina, uma técnica de inteligência artificial. Em testes de laboratório, a droga matou algumas das bactérias causadoras de doenças mais problemáticas do mundo, incluindo algu...

Ler Notícia Completa

Google lança programa para capacitar profissionais brasileiros e com direito a bolsas

O Google iniciou nesta terça-feira (17) o Certificado Profissional de Suporte em TI para brasileiros. Trata-se de um curso desenvolvido pela gigante de tecnologia em parceria com a Coursera. Inicialmente, o módulo de ensino foi anunciado a um valor de US$ 39 por mês. Entretanto, sofreu uma redu...

Ler Notícia Completa

Intel Core i9-9900KS é um monstro com frequência de 5GHz em todos os núcleos

A Intel é uma das empresas presentes na Computex 2019, a maior feira de hardware da Ásia. E a empresa começou a esquentar os motores antes mesmo do início das conferências, exibindo um processador que não está para brincadeira: o Intel Core i9-9900KS, uma edição especial e ainda mais turbinada do...

Ler Notícia Completa

Como conversar com alguém no WhatsApp sem adicionar o número aos contatos

Este processo pode, à primeira vista, parecer um pouco confuso para usuários que não são muito experientes usando seu smartphone. Mas uma vez que você conclua o processo , vai entender o método e parecerá mais fácil. 1. Abra o seu navegador preferido no seu smartphone e digite o seguinte link na...

Ler Notícia Completa
Você gostará destes vídeos!