Minicursos - Programação Orientada a Objetos

Polimorfismo


Polimorfismo é um assunto muito simples, mas de enorme utilidade para a POO. Seu nome já é bastante intuitivo, significando “muitas formas”. Basicamente o polimorfismo é a habilidade de uma entidade receber um objeto gerado a partir de uma subclasse e trata-lo de forma genérica, como se fosse um objeto da superclasse.

O interessante é que como os objetos recebidos são diferentes, mas sempre do mesmo tipo da superclasse, isso faz com que ele reaja de maneira diferente de acordo com o objeto que está recebendo.

É mais fácil do que parece! Demonstrarei isso funcionando com um exemplo bem simples. Criarei uma estrutura de classes, conforme a figura abaixo:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Fiz um esquema bastante simples, onde nenhum atributo está presente nas classes, apenas um método.

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

O importante a ser observado já nesse esquema é que estamos lidando com 3 classes herdeiras e uma superclasse. Tanto Cachorro quanto Gato quanto Galinha são animais, ou seja, são classes do tipo Animal. É importante que isso seja lembrado o tempo todo, pois o polimorfismo começa a partir dessa afirmação, conforme explicarei abaixo.

Criarei uma classe chamada "Animal", que será a nossa superclasse. Seu código ficará da seguinte forma:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Fazendo uma revisão dos conceitos de classes e métodos abstratos, a classe acima, por ser abstrata, não permite instanciação, ou seja, não será possível criar um objeto do tipo Animal, mas sim gerar classes herdeiras dela. Também seremos obrigados a criar, em cada classe herdeira, um método chamado emiteSom(), já que temos um método abstrato nessa superclasse e, todos os métodos abstratos devem ter, obrigatoriamente, implementação nas subclasses.

Bem, terminada essa revisão de conceitos, vamos continuar! Criarei outras 3 classes, que serão "Cachorro", "Gato" e "Galinha", todas herdeiras da classe "Animal".

Classe Cachorro:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Classe Gato:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Classe Galinha:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Percebam que a implementação das 3 classes só difere no que será impresso pelo método.

Criei também uma simples interface com 3 radiobuttons e um botão, como mostra a imagem abaixo:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

A ideia é que, a partir do que estiver selecionado no radiobutton, o sistema, ao receber o clique no botão “Emitir Som”, instancie o objeto adequado e emita o som (imprima na tela) correto referente ao animal selecionado.

Vou executar e clicar em cada um dos botões para ilustrar o resultado. Primeiro com a opção Cachorro selecionada, teremos:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Depois com a opção Gato selecionada:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

E por último com a opção Galinha selecionada:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Como vocês puderam perceber, a partir da seleção no conjunto de radiobuttons, o texto adequado era exibido. Bem, a mágica do polimorfismo começará a aparecer quando eu disser que isso aconteceu chamando sempre um mesmo método, que é o emiteSom(), presente na superclasse Animal e exibido no diagrama de classes ao lado. Mas, se um mesmo método estava sendo chamado, como foi possível alterar o texto exibido? Vejam como é simples e interessante: eu disse, no início do tópico, que era importante lembrar que tanto Cachorro quanto Gato quanto Galinha eram, também, classes do tipo Animal. E, se todo Cachorro, Gato ou Galinha são do tipo Animal, podemos criar associações como essas abaixo:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Então, partindo desse princípio, o código que criei para a execução da pequena aplicação acima foi:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

De acordo com o radiobutton selecionado uma subclasse era instanciada e associada ao objeto do tipo Animal. A essência do polimorfismo está nos trechos destacados pelos retângulos coloridos. Objetos do tipo Animal, que chamei de "objAnimal", recebem objetos do tipo Cachorro, Gato e Galinha sem o menor problema. Na segunda linha de cada bloco, o método emiteSom() é chamado, mas em cada uma delas trata-se de um método com implementação diferente, ou seja, são comportamentos diferentes para um mesmo método e, qual comportamento será executado é decidido dinamicamente, durante a execução do programa. Isso é polimorfismo! A lógica por trás disso é muito, muito simples! Vejam:

Todo Cachorro é um Animal, assim como todo Gato e toda Galinha. Por essa razão a atribuição abaixo é possível:

Animal objAnimal = new Cachorro();

A imagem abaixo resume muito bem o que é esse importante pilar da POO:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Caso você ainda tenha dúvidas sobre esse importante conceito, eu tenho outro exemplo. Vamos criar um vetor de objetos do tipo Animal, cujo código será:

Animal[] vetorAnimais = new Animal[3];
vetorAnimais[0] = new Cachorro();
vetorAnimais[1] = new Gato();
vetorAnimais[2] = new Galinha();

Comentando o código...

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

A inserção dos objetos das subclasses dentro do vetor é um exemplo de polimorfismo, pois ele, apesar de ter sido criado para receber objetos do tipo Animal, está armazenando objetos de diversas outras formas. E a prova de que a aceitação dos diferentes objetos acontece sem qualquer problema pelo vetor é que podemos criar uma estrutura de repetição para exibi-los, dessa forma:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

E executando essa estrutura de repetição, teremos:

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Polimorfismo - Programação Orientada a Objetos - POO

Ou seja, o vetor conseguiu armazenar corretamente os objetos das subclasses!

Isso é o polimorfismo. Espero que tenha ficado claro, pois é um dos conceitos que, apesar de não ser complicado, gera muitas dúvidas durante o aprendizado.



Algumas notícias

O que acontece com o cérebro no exato momento em que morremos

O que passa em nossa cabeça no momento da morte? Não se sabe exatamente e, embora os cientistas tenham alguma resposta, a resposta continua sendo um grande mistério. Além de difícil solução, tentar respondê-la pode criar implicações éticas. No entanto, uma equipe de cientistas da Universidade...

Ler Notícia Completa

Operada e devolvida ao útero, menina que nasceu duas vezes hoje 'acorda sorrindo toda manhã'

Um bebê pode nascer duas vezes? Não é o caso da absoluta maioria das crianças, mas foi assim para a pequena Lynlee Boemer. Em outubro de 2015, sua mãe, Margaret Boemer, descobriu que estava grávida de gêmeos. Ela sofreu um aborto espontâneo, mas um dos bebês sobreviveu. Com dez semanas de ges...

Ler Notícia Completa

Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para todos os tipos de câncer

Cientistas dizem que estão mais perto de criar um exame de sangue universal, capaz de identificar todos os tipos de câncer. Estudo conduzido com 1.005 pacientes por uma equipe da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, testou um método que detecta oito tipos de proteínas e 16 mutações ge...

Ler Notícia Completa

Formato JPEG está com os dias contados

Há quantos anos você ouve falar em arquivos JPG? O formato já era utilizado nos primórdios da web comercial nos anos 1990, vivendo há mais de 20 anos como o principal método de compressão de imagens do público. No que depender de Google, Mozilla e outras empresas, isso pode mudar dentro de algum...

Ler Notícia Completa

EUA aprovam 'droga viva', 1ª terapia contra câncer que reestrutura sistema imunológico do paciente

Os Estados Unidos aprovaram o primeiro tratamento que reestrutura o sistema imunológico do paciente para atacar o câncer. A agência reguladora de medicamentos do país - a FDA - diz que a decisão foi um momento "histórico" e que a medicina agora "entra em uma nova fronteira". A companhia Novar...

Ler Notícia Completa

Cientistas norte-americanos criaram anticorpo capaz de atacar 99% das variações de HIV

Um grupo formado por pesquisadores do Instituto Nacional de Saúde (NIH), dos Estados Unidos, e da empresa farmacêutica Sanofi criaram em laboratório anticorpos superdesenvolvidos capazes de atacar 99% das cepas de HIV. O feito é ainda mais significativo por ser capaz até mesmo de prevenir a infec...

Ler Notícia Completa

Facebook investirá mais de US$ 1 bilhão em conteúdo original em 2018

Anunciada em agosto, a plataforma original de vídeos do Facebook, Watch, parece ser a grande aposta de Mark Zuckerberg para o ano que vem. De acordo com o TechCrunch, a empresa deve investir US$ 1 bilhão para criar e incentivar iniciativas voltadas para a produção de conteúdo audiovisual exclu...

Ler Notícia Completa

Software da Adobe é capaz de manipular gravações de voz e criar frases com perfeição

O software se chama Voco, foi desenvolvido pela Adobe (a mesma criadora do Photoshop) e permite manipular gravações de voz com uma precisão inédita, inclusive criando frases que a pessoa não disse. Na demonstração do app, um técnico forjou uma gravação em que um homem dizia “eu beijei a Jordan...

Ler Notícia Completa

Games nos Jogos Olímpicos de 2024. Será?

Sabe aquela discussão sobre os jogos eletrônicos poderem ou não ser considerados esportes? Pois o comitê responsável pela realização dos Jogos Olímpicos de 2024 acaba de colocar mais um pouco de lenha nesta fogueira. Isso aconteceu através da divulgação de que eles gostariam de incorporar torne...

Ler Notícia Completa

Algoritmo de Inteligência artificial sabe quando você está sonhando

Pesquisadores da Divisão de Medicina do Sono do Hospital Geral de Massachusetts desenvolveram um algoritmo capaz de identificar quando uma pessoa está sonhando. A tecnologia usa sinais de rádio frequência, através de um dispositivo semelhante a um roteador Wi-Fi, para monitorar a pessoa durante...

Ler Notícia Completa

Equipamentos hospitalares podem ser facilmente hackeados, afirma o governo dos EUA

A equipe de emergências digitais de sistemas de controle industrial dos EUA (ICS-CERT) emitiu ontem um alerta chamando atenção para falhas de segurança em alguns equipamentos hospitalares. As brechas são bastante graves, tanto que, segundo o comunicado, "um atacante com pouca habilidade poderia...

Ler Notícia Completa

Cientistas desvendam segredos de concreto super-resistente criado na Roma Antiga

Pesquisadores desvendaram a química do concreto romano que há milhares de anos resiste à erosão do tempo. Barragens marítimas construídas na época da Roma Antiga empregavam uma mistura de cal e cinzas vulcânicas para manter as rochas unidas. Agora, cientistas descobriram que elementos do materi...

Ler Notícia Completa

Inteligência artificial do Google aprende sozinha a andar e saltar obstáculos

A DeepMind, empresa de inteligência artificial do Google, divulgou ontem três estudos sobre o uso de sistemas de aprendizagem de máquina para ensinar robôs a andar. Os sistemas permitiam que máquinas aprendessem sozinhas a andar em um ambiente simulado. Segundo a empresa, dominar o controle mo...

Ler Notícia Completa

Vírus Petya apavora usuários e empresas ao redor do mundo nesta terça-feira. Saiba como se proteger.

Um novo malware está apavorando usuários ao redor do mundo nesta terça-feira, 27 de junho. Trata-se de mais um Ransomware, que sequestra os dados dos computadores, criptografando-os e solicitando um pagamento em troca da senha capaz de disponibilizar os arquivos novamente. Este malware foi bati...

Ler Notícia Completa

Você sabia?

O primeiro computador a conseguir rodar o jogo Spacewar era o PDP-1, que custava 120 mil dólares e pertencia ao Massachusetts Institute of Technology. O jogo demorou 200 horas para ser desenvolvido, em 1962, e seu criador foi um cientista da computação chamado Steve Russel.

O título Space Invaders, lançado em 1980, fez tanto sucesso em todo o mundo que as pessoas compravam o console Atari apenas para poderem joga-lo em casa. Saiba mais sobre este incrível título clicando aqui.

Nos primeiros oito dias após o lançamento do console Nintendo Wii foram vendidas 600 mil unidades. Isso equivale a quase um por segundo e estes incríveis números são referentes às vendas apenas nos EUA!

O famoso título Final Fantasy, da Square Enix, tem este nome exatamente porque se tratava da última esperança da empresa, que estava à beira da falência quando o lançou. Clique aqui e conheça detalhes dessa história.

Você gostará destes vídeos: