Leia também!

Polícia chinesa já faz uso de óculos com reconhecimento facial

A polícia chinesa encontrou uma nova forma vigiar ainda mais os cidadãos. Conforme relata o The Wall Street Journal, os policiais locais estão usando óculos equipados com câmeras de reconhecimento facial para detectar criminosos que estejam tentando fugir principalmente pelas estações de trem. A...

Ler Notícia Completa

Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para todos os tipos de câncer

Cientistas dizem que estão mais perto de criar um exame de sangue universal, capaz de identificar todos os tipos de câncer. Estudo conduzido com 1.005 pacientes por uma equipe da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, testou um método que detecta oito tipos de proteínas e 16 mutações ge...

Ler Notícia Completa

Formato JPEG está com os dias contados

Há quantos anos você ouve falar em arquivos JPG? O formato já era utilizado nos primórdios da web comercial nos anos 1990, vivendo há mais de 20 anos como o principal método de compressão de imagens do público. No que depender de Google, Mozilla e outras empresas, isso pode mudar dentro de algum...

Ler Notícia Completa

Câmera em colar de urso polar dá pistas de como aquecimento está mudando seu cotidiano

Uma câmera GoPro acoplada ao pescoço de uma ursa polar capturou cenas do cotidiano do animal no gelo ártico.

A câmera foi instalada por cientistas do U.S. Geological Survey (Instituto de Pesquisas Geológicas do governo americano) para descobrir como os ursos polares estão reagindo ao derretimento de gelo causado pelo aquecimento global.

Os cientistas resolveram divulgar as imagens para alertar o público sobre a ameaça do aquecimento global.

O vídeo mostra a ursa caçando com um companheiro. Ela mergulha no mar e captura uma foca, que é estraçalhada na neve em seguida.

Ursos polares são os maiores carnívoros terrestres, chegando a pesar 800 kg.

Segundo a ONG World Wildlife Foundation, trata-se de uma espécie em situação de vulnerabilidade.

Sua população atual no mundo é estimada em 20 mil a 25 mil animais, dos quais de 5 mil a 7 mil vivem no Ártico russo.

Desde que a a caça de ursos polares foi proibida na Rússia, em 1957, a maior ameaça atual aos animais é a perda de seu habitat por conta de mudanças climáticas.

Notícia de 16/01/2017

Compartilhe essa notícia
Você gostará destes vídeos:

Câmera em colar de urso polar dá pistas de como aquecimento está mudando seu cotidiano

Uma câmera GoPro acoplada ao pescoço de uma ursa polar capturou cenas do cotidiano do animal no gelo ártico. A câmera foi instalada por cientistas do U.S. Geological Survey (Instituto de Pesquisas Geológicas do governo americano) para desco...[clique e leia na íntegra]