Leia também!

Polícia chinesa já faz uso de óculos com reconhecimento facial

A polícia chinesa encontrou uma nova forma vigiar ainda mais os cidadãos. Conforme relata o The Wall Street Journal, os policiais locais estão usando óculos equipados com câmeras de reconhecimento facial para detectar criminosos que estejam tentando fugir principalmente pelas estações de trem. A...

Ler Notícia Completa

Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para todos os tipos de câncer

Cientistas dizem que estão mais perto de criar um exame de sangue universal, capaz de identificar todos os tipos de câncer. Estudo conduzido com 1.005 pacientes por uma equipe da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, testou um método que detecta oito tipos de proteínas e 16 mutações ge...

Ler Notícia Completa

Formato JPEG está com os dias contados

Há quantos anos você ouve falar em arquivos JPG? O formato já era utilizado nos primórdios da web comercial nos anos 1990, vivendo há mais de 20 anos como o principal método de compressão de imagens do público. No que depender de Google, Mozilla e outras empresas, isso pode mudar dentro de algum...

Ler Notícia Completa

Games nos Jogos Olímpicos de 2024. Será?

Sabe aquela discussão sobre os jogos eletrônicos poderem ou não ser considerados esportes? Pois o comitê responsável pela realização dos Jogos Olímpicos de 2024 acaba de colocar mais um pouco de lenha nesta fogueira. Isso aconteceu através da divulgação de que eles gostariam de incorporar torneios de eSports ao evento que acontecerá em Paris.

Nós precisamos estudar isso, porque não podemos dizer, ‘isso não é para nós, não se trata das Olimpíadas’,” defendeu Tony Estanguet, co-presidente do comitê. “A juventude está interessada nos eSports e esse tipo de coisas. Vamos observar isso, nos encontrarmos com eles. Vamos tentar construir algumas pontes. Não quero dizer ‘não’ desde o início. Acho interessante interagir com o COI, com eles, a família dos esportes, para melhor entendermos como é o processo e o porque de tamanho sucesso.

Sendo assim, o próximo passo será tentar convencer o COI (Comitê Olímpico Internacional), tarefa que desconfio não será nada fácil. A entidade costuma enrolar bastante as confederações de “esportes tradicionais” que gostariam de ver suas modalidades presentes nas Olimpíadas, o que tem feito por exemplo com que o Futsal, o Skate e o Caratê continuem sem participarem do evento.

No entanto, algo que ajuda a dar esperança a aqueles que gostariam de ver competições de videogames nas Olimpíadas é o evidente crescimento da popularidade desses torneios, além do fato de que nos Jogos Asiáticos de 2022 já teremos a presença dos eSports. Também vale lembrar que durante a Rio 2016 tivemos a realização da eGames, iniciativa que tentou chamar a atenção do mundo para o assunto.

Tal debate ainda deverá se arrastar por um tempo, já que um parecer por parte do COI só deverá ser emitido depois das Olimpíadas de 2020, cuja sede será em Tóquio. Mas se fosse para apostar hoje, eu diria que os games não serão aceitos em Paris. Contudo, como a tendência é de que nos próximos anos os eSports se tornem um fenômeno ainda maior, não duvido que os engravatados da entidade optem por aproveitá-los o quanto antes, tudo por causa de patrocínios mais gordos do espírito olímpico.


Compartilhe essa notícia
Você gostará destes vídeos:

Games nos Jogos Olímpicos de 2024. Será?

Sabe aquela discussão sobre os jogos eletrônicos poderem ou não ser considerados esportes? Pois o comitê responsável pela realização dos Jogos Olímpicos de 2024 acaba de colocar mais um pouco de lenha nesta fogueira. Isso ac...[clique e leia na íntegra]