Leia também!

Polícia chinesa já faz uso de óculos com reconhecimento facial

A polícia chinesa encontrou uma nova forma vigiar ainda mais os cidadãos. Conforme relata o The Wall Street Journal, os policiais locais estão usando óculos equipados com câmeras de reconhecimento facial para detectar criminosos que estejam tentando fugir principalmente pelas estações de trem. A...

Ler Notícia Completa

Médicos dizem estar perto de chegar a exame de sangue para todos os tipos de câncer

Cientistas dizem que estão mais perto de criar um exame de sangue universal, capaz de identificar todos os tipos de câncer. Estudo conduzido com 1.005 pacientes por uma equipe da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, testou um método que detecta oito tipos de proteínas e 16 mutações ge...

Ler Notícia Completa

Formato JPEG está com os dias contados

Há quantos anos você ouve falar em arquivos JPG? O formato já era utilizado nos primórdios da web comercial nos anos 1990, vivendo há mais de 20 anos como o principal método de compressão de imagens do público. No que depender de Google, Mozilla e outras empresas, isso pode mudar dentro de algum...

Ler Notícia Completa

YouTube agora mostra para os criadores de conteúdo o potencial de lucro de um vídeo

Muita gente que produz conteúdo para o YouTube depende bastante dos valores que pagam para veicular propagandas nesses vídeos, às vezes, fica um pouco perdida na hora de saber como as coisas vão funcionar realmente. Além dos problemas com vídeos que são tirados do ar sem o menor aviso ou motivo aparente e as confusões desagradáveis com propagandas mal localizadas, esse é um grande problema que incomoda os usuários criadores da plataforma.

Agora, a plataforma está estreando alguns ícones que vão mostrar aos criadores de conteúdo se seus vídeos estão disponíveis para a gama maior de anunciantes, ou seja, se não possuem nenhum tipo de restrição, se apenas alguns tipos específicos de propaganda poderão ser veiculados em seu conteúdo ou se ele não é capaz de ser monetizado. Essas informações são representadas por um ícone de “$” verde, um amarelo e um cifrão cortado, respectivamente.

Youtube ads

Nem mais, nem menos

Segundo o YouTube, essa nova classificação não altera em nada a maneira como os vídeos são monetizados – serve apenas para indicar com mais clareza como eles vão se encaixar entre os anunciantes de maneira mais simples para os criadores de conteúdo.

No entanto, caso o seu vídeo seja classificado de maneira que você não concorde (por exemplo, se houver uma indicação de que ele não pode ser monetizado quando, na verdade, ele poderia), é possível apelar com a plataforma para que o conteúdo seja revisado e, caso possível, possa receber propagandas.


Compartilhe essa notícia
Você gostará destes vídeos:

YouTube agora mostra para os criadores de conteúdo o potencial de lucro de um vídeo

Muita gente que produz conteúdo para o YouTube depende bastante dos valores que pagam para veicular propagandas nesses vídeos, às vezes, fica um pouco perdida na hora de saber como as coisas vão funcionar realmente. Além dos problema...[clique e leia na íntegra]