Minicursos - Programação Orientada a Objetos

Sobrecarga de Métodos


As sobrecargas de métodos são muito mais simples do que o imponente nome sugere. Como acabei de falar no tópico anterior sobre métodos construtores, vou aproveitar aquele exemplo e explicar sobrecarga a partir dele.

Sobrecarga de métodos nada mais é do que ter métodos (sejam eles construtores ou não) com o mesmo nome, mas recebendo diferentes argumentos. Vamos aos exemplos práticos. A imagem abaixo mostra o nosso construtor padrão, que não recebe nenhum argumento, vejam:

Sobrecarga

Conforme vimos no tópico sobre Construtores, esse método será chamado sempre que um objeto for criado e, nesse instante inserirá os valores “Branca” e “FIAT” nas propriedades strCor e strMarca, respectivamente.

Agora vamos criar uma sobrecarga para esse método, prevendo uma situação onde nós queiramos informar, já no ato da criação do objeto, qual é sua cor, ou seja, queremos que o objeto já “nasça” com a cor que especificarmos, sem a necessidade de acionar algum método para alterar esse valor posteriormente. Nosso código agora ficará da seguinte forma:

Sobrecarga

Vejam que criei um método com o mesmo nome, mas recebendo um argumento do tipo String. Isso quer dizer que quando chamarmos esse método construtor que recebe o argumento cor, nosso objeto nascerá com a cor que for especificada e com a marca em branco, ou seja, a propriedade strMarca receberá um valor vazio, da mesma forma que acontece quando não criamos um método construtor e o compilador o faz automaticamente.

Vamos criar uma nova sobrecarga, agora recebendo também a marca do carro. Nosso código ficará da seguinte forma:

Sobrecarga

Agora temos um método que recebe, além da cor, também a marca que será inserida no ato da criação do nosso objeto do tipo Carro. Isso é a sobrecarga de métodos. Percebam que é muito simples, mas os mais atentos devem estar se perguntando: “ótimo, mas como o sistema saberá qual dos métodos deverá chamar, já que existirão vários?”. Se você é um deles, parabéns, pois é uma excelente observação.

Vejam, a resposta é tão simples quanto o conceito de Sobrecarga. O sistema saberá qual método chamar de acordo com a quantidade de argumentos que você estiver passando no momento da criação do objeto. Se não passar nenhum argumento, ele chamará o construtor padrão. Se passar apenas um, ele chamará o método de primeira sobrecarga (destacado em verde na imagem acima). Se passar dois, ele chamará o de segunda sobrecarga (azul). E assim por diante. Vejam como o IntelliSense do Visual Studio nos ajuda nesse momento:

Sobrecarga

Colocando a seta para baixo, acessamos a segunda sugestão, conforme imagem abaixo:

Sobrecarga

E como terceira opção temos:

Sobrecarga

Dessa forma podemos saber quantas sobrecargas de métodos existem e como cada uma delas espera receber seus argumentos. De acordo com os argumentos que forem passados é que o sistema chamará o método construtor adequado.

Vale lembrar que fiz estes exemplos com um método construtor, mas você pode utilizar a sobrecarga em quaisquer métodos.

É isso!



Algumas notícias

Xiaomi vende 52,9 milhões de celulares no segundo trimestre de 2021 e faturamento dispara

A gigante chinesa Xiaomi registrou um aumento de quase 85% no seu faturamento no segundo trimestre de 2021 em comparação ao mesmo período do ano passado. A receita divulgada pela empresa foi de 13,5 bilhões de dólares (algo em torno de 70 bilhões de reais) nos meses de abril a junho deste ano...

Ler Notícia Completa

Galaxy S9 e Galaxy S9 Plus receberão atualização de segurança este mês

A Samsung começou a liberar esta semana, para proprietários dos modelos Galaxy S9 e Galaxy S9 Plus, uma nova atualização de segurança. Por enquanto somente alguns países da Europa receberam o pacote, que deve ser dis...

Ler Notícia Completa

Novas câmeras 'debaixo da tela' da Oppo surpreendem

Para muitos, colocar uma câmera embaixo da tela de um celular era uma tarefa impensável, por conta de diversos problemas técnicos. Os primeiros testes da Oppo que se propuseram a isso geravam imagens de qualidade bastante insatisfatória, já que a captação da luz era prejudicada pela tela. A prim...

Ler Notícia Completa

As memórias DDR5 estão chegando e trarão muitas melhorias

A próxima geração de memórias RAM já possui especificações definidas e promete grande melhoria em relação às atuais DDR4. E o mais importante: mesmo com desempenho bastante superior, elas consumirão menos energia. A tensão de trabalho das memórias DDR5 será de apenas 1.1V contra os 1.2V das atu...

Ler Notícia Completa

Google Chrome consumirá menos memória RAM em breve

O navegador da gigante de buscas da Internet é, sem dúvida, um dos melhores disponíveis, mas é inegável que o consumo de memória RAM por parte dele é exagerado. Este problema já se estende por anos, mas parece que em breve ele terá uma solução. Um novo recurso do Windows 10, chamado SegmentHeap...

Ler Notícia Completa
Ajude o Contém Bits com um cafezinho!

Se você gostou do artigo, se ele lhe foi útil de alguma maneira e você quiser ajudar o Contém Bits, saiba que é simples, fácil e rápido. Basta clicar na imagem do PayPal (ou no cafezinho) e seguir as instruções, em ambiente seguro e com o respaldo do Paypal. Eu agradeço muito! :)


Você gostará destes vídeos!