SSD (Solid State Drive)

O SSD (solid-state drive) ou unidade de estado sólido surgiu a partir de uma necessidade tecnológica, já que os atuais HDs são, quase sempre, o componente mais lento de um computador. É bastante frequente processador e memória ficarem aguardando a chegada de dados do HD, e isso, claro, é péssimo por duas razões: a primeira é que a sensação para o usuário é de que o computador está sempre lento, demorando demais para abrir programas ou até mesmo carregar o sistema operacional. A segunda razão é porque existe um custo financeiro alto investido na maioria dos computadores, principalmente em componentes como memória e processador, e que, nesse caso, ficam ociosos. De nada adianta o seu processador de seis núcleos trabalhar em perfeita sincronia com seus 16Gb de memória RAM sendo que as informações de que eles necessitam estão no HD e este não consegue fornecer dados em tempo hábil para evitar ociosidade do restante da máquina.

O SSD funciona, portanto, como uma mídia de armazenamento não volátil, mas utilizando a tecnologia de memória Flash e não o armazenamento magnético dos HDs ou o meio óptico utilizado por CDs, DVDs ou Blu-Rays.

Mas afinal de contas, o que é uma memória Flash?

A memória Flash nada mais é do que uma memória do tipo EEPROM (Electrically-Erasable Programmable Read-Only Memory), existente desde a década de 80. Ela não necessita de energia para persistir os dados, por isso é chamada de não volátil. O seu tempo de acesso e resposta é extremamente veloz quando comparada aos discos rígidos tradicionais e ela também traz vantagens sobre o HD quando o assunto é o consumo de energia. Como ela não possui componentes mecânicos, seu consumo é muitas vezes inferior ao de um HD quando comparamos os dois realizando as mesmas operações. O gráfico abaixo ilustra de forma bastante clara esta vantagem:

SSD - Consumo de Energia

Consumo de Energia - SSD

Como as tecnologias permitiram um barateamento das memórias Flash nos últimos anos, o que as empresas fizeram foi somente encapsula-las, inserir um controlador SATA e um conector de mesmo padrão e pronto! Estava, então, criado o SSD!


SSD

SSD

As vantagens do SSD ainda continuam: eles são muito mais leves do que um HD, pois além de fisicamente menores não possuem componentes como a carcaça metálica, eletroímas, motor, atuador, enfim, isso faz com que um SSD pese, em média, 75 gramas contra 700 gramas de um HD. Podemos citar ainda que um SSD não esquenta e é totalmente silencioso.

Você gostaria de ver um SSD em ação? Vejam a comparação do tempo de boot (tempo de carregamento do sistema operacional) de dois computadores com mesma configuração, porém um deles possui HD e o outro um SSD:


Mas com tantas vantagens e já no mercado há alguns anos, por qual motivo o SSD não exterminou por completo os HDs? Bem, o fato é que o SSD traz uma única desvantagem em relação aos HDs, mas ela realmente é significativa para grande parte dos usuários. A verdade é que o custo da memória Flash, embora tenha caído muito nos últimos anos, ainda é bem mais alto do que o custo de se desenvolver um HD e, por isso, a porcentagem de computadores rodando sistemas em SSD ainda é pequena. Apenas por comparação, acabei de fazer uma pesquisa rápida em um grande site de comércio eletrônico e encontrei um SSD de 120Gb sendo vendido por R$ 294,00. Pesquisei também o preço de HDs e encontrei um disco de 2000Gb por R$ 329,00. Notem a diferença absurda: com apenas 35 reais a mais eu compraria uma unidade de armazenamento não volátil quase 17 vezes maior! Se fizermos o cálculo do preço por gigabyte, chegaríamos aos números de:

SSD = R$ 2,45/GB
HD = R$ 0,17/GB

É uma diferença gritante e, como a maioria das pessoas necessita de muito espaço para armazenamento de dados, o SSD ainda não conseguiu ocupar uma fatia de mercado significativa.

É importante destacar que a questão do custo é, de fato, a única desvantagem do SSD, portanto é só uma questão de tempo para que ele tome o lugar do HD definitivamente. Isso não deve acontecer a curto prazo, mas a tendência é que o seu preço vá baixando até não ser mais interessante do ponto de vista econômico manter os HDs nos computadores.


Compartilhe esta página!
Compartilhar no:
Ajude o Contém Bits com um cafezinho!

Quer ajudar o Contém Bits? É simples, fácil e rápido. Basta clicar na imagem do Paypal (ou no cafezinho) e seguir as instruções, em ambiente seguro e com o respaldo do Paypal. Eu agradeço muito! :)


Notícias - Games

Atari VCS é finalmente lançado e surpreende

O Atari VCS foi lançado recentemente e trouxe suporte a praticamente todos os serviços de streaming de jogos já disponíveis. A única exceção foi por conta do Playstation Now, cujo suporte nativo não é oferecido, mas ele pode ser acessado através do modo PC do VCS, já que o console possui Googl...

Ler Notícia Completa

Conheça o Playstation 2 portátil criado por um brasileiro

Claudio Adriano decidiu criar uma versão portátil do console Playstation 2, da Sony. Inspirado no Nintendo Switch, o console ficou pronto depois de 2 anos de trabalho e algumas interessantes adaptações. Partindo de uma placa-mãe de um PS2 Slim, Claudio fez os encaixes necessários para que a pla...

Ler Notícia Completa

PS5 com SSDs não originais apresentam ótimo resultado

A última atualização do PS5 permite que se faça a expansão do armazenamento do console. Embora o aparelho exija características específicas para os dispositivos de expansão, como taxa de leitura de 5Gb/s, ele funciona surpreendentemente bem com SSDs de velocidades inferi...

Ler Notícia Completa

Capcom Pro Tour sofre o cancelamento de algumas etapas por conta do coronavírus

Em um comunicado ao público via redes sociais, a Capcom revelou que algumas etapas do Capcom Pro Tour foram removidas do calendário como precaução contra o surto de coronavírus pelo mundo...

Ler Notícia Completa

Conheça o Stadia: a incrível plataforma de streaming de games do Google

O Google deu o pontapé inicial para o que espera ser o futuro dos videogames: consoles e hardware em geral ficam em segundo plano, e os games rodam em qualquer dispositivo via streaming. A plataforma Stadia promete levar jogos para notebooks, TVs, celulares e muito mais. O projeto do Google se...

Ler Notícia Completa

Anúncios pornográficos eram exibidos em jogos infantis da Google Play Store devido a um bug

Um app malicioso foi responsável por fazer com que cerca de 60 jogos publicados na Google Play Store veiculassem anúncios pornográficos. Entre os aplicativos estão games infantis e títulos baixados mais um milhão de vezes na loja online da Google. O problema foi flagrado pela empresa de seguran...

Ler Notícia Completa
Você gostará destes vídeos!