Validar um campo significa verificar se o formato da informação contida nele está coerente com o que o restante do código está esperando. Ela é importante para impedir que determinado bloco de código receba um dado em formato incorreto. Se uma função aguarda um número para realizar uma operação matemática, mas recebe uma letra, teremos uma falha grave, pois a execução não poderá prosseguir.

Nós fizemos alguns exemplos nos tópicos anteriores sobre JavaScript onde dois valores digitados pelo usuário são multiplicados, então o script exibia o resultado. Tudo funcionou perfeitamente, mas só porque fizemos bom uso da página e inserimos os dados corretamente, mas e se no lugar de um número tivéssemos inserido uma letra, o que aconteceria? Vamos testar!

Validação JavaScript

Oooops! Tentei multiplicar o número 4 pela letra R e vejam o que foi retornado no campo resultado. Apareceu a sigla NaN, que significa Not a Number, ou seja, o código identificou que o valor não é um número.

É para evitar esse tipo de problema que as validações existem. Nesse caso devemos, antes de efetuar a multiplicação, verificar se os dados, tanto do campo 1 quanto do campo 2, são realmente números.

Para isso vamos usar os comandos de decisão if/else, e também uma função do próprio JavaScript, chamada isNaN.

Conhecendo o isNaN

Essa função verifica se um determinado dado é um número. Esse dado pode ser o campo de um formulário ou uma variável. O cuidado que se deve tomar com ela é que o retorno é sempre um valor booleano, ou seja, true ou false, mas ela irá retornar true quando o dado NÃO for um número e false quando for um número. Temos uma tendência em achar que o true será retornado quando for um número, mas basta lembrar que a sigla NaN significa Not a Number. Vamos a um exemplo para deixar bem claro.

var y = 5;
var x = “Contém Bits”;
var w = “8”;

isNaN(y); = retornará false, pois 5 é um número.

isNaN(x); = retornará true, pois o conteúdo de x não é um número e sim uma string.

ixNaN(w); = retornará true, pois embora o que esteja armazenado na variável w seja um número, trata-se de uma string e não um valor numérico.

É importante que fique claro que essa função procura por números, ou seja, dados que possam sofrer operações aritméticas. Strings e outros valores booleanos retornarão sempre true.

Bem, agora que você já sabe usar o if/else e o isNaN, fica fácil consertar o problema exibido no início do tutorial. Vejam como ficaria uma das formas de evitar aquele erro do campo em branco sendo tratado como zero:

Validação - JavaScript

Vou provocar um erro no navegador, vejam:

Validação JavaScript

Vejam que inseri um dado não numérico no campo 2 e nossa validação funcionou perfeitamente! No entanto, o nosso minúsculo código ainda não está perfeito e vou lhes explicar o motivo. Aliás, vou demonstrar, vejam:

Validação JavaScript

Eu não inseri nada no campo 2, mas mesmo assim nosso código não deu qualquer alerta. Isso aconteceu porque a função isNaN tratou nosso campo vazio como se valesse zero. Vamos melhorar o código, para que campos vazios também tenham a mensagem de alerta exibida. Para isso aumentaremos a validação para incluir campos de string vazios, que são representados por um par de aspas, sem nada entre elas, dessa forma: “ ”

Então nosso código JavaScript ficará dessa maneira:

Validação - JavaScript

Vamos testar:

Validação JavaScript

Percebam que com o campo em branco, agora ele exibe a mensagem de alerta e não processa o cálculo, ou seja, nosso minúsculo script está funcionando corretamente!


HARDWARE

Entendendo o seu computador

O que há dentro do meu computador?

Existem alguns componentes fundamentais presentes dentro do seu computador e é muito importante que você conheça um pouco sobre eles, seja para argumentar com algum vendedor durante a compra de um novo PC ou para identificar alguma atitude desleal de algum técnico que esteja te passando um orçamento para reparo. Na seção Raio-X aqui do Contém Bits você pode conhecer e entender mais detalhadamente sobre cada componente, ou também pode clicar abaixo no componente que deseja, para conhecê-lo melhor.

  • Gabinetes

  • Placas-Mãe

  • Processadores

  • Memória

  • Fontes

  • Drives Ópticos

  • Discos Rígidos

  • SSD

  • Placas de Som

  • Placas de Vídeo

Você Sabia?

O título Asteroids, do Atari, possui recorde de pontuação há 30 anos. Em 1982 um americano chamado Scott Safran atingiu a marca de 41.336.440. Atualmente ele faz parte de um minúsculo grupo de jogadores que conseguiram manter seus recordes por mais de 30 anos.


O primeiro computador a conseguir rodar o jogo Spacewar era o PDP-1, que custava 120 mil dólares e pertencia ao Massachusetts Institute of Technology. O jogo demorou 200 horas para ser desenvolvido, em 1962, e seu criador foi um cientista da computação chamado Steve Russel.


O título Space Invaders, lançado em 1980, fez tanto sucesso em todo o mundo que as pessoas compravam o console Atari apenas para poderem jogá-lo em casa. Saiba mais sobre este incrível título clicando aqui.


O primeiro jogo a fazer uso de uma Inteligência Artificial foi o Mouse in the Maze, criado em 1955, na União Soviética. Você pode saber mais sobre ele clicando aqui.


As primeiras máquinas de fliperama do mundo a utilizarem moedas, chamadas de Galaxy Game, custavam mais de 20 mil dólares para serem produzidas. Saiba mais sobre elas aqui.


O console Nintendo Entertainment System (NES), da Nintendo, detém o recorde de videogame mais clonado em todo o mundo. Já foram catalogados mais de 300 aparelhos diferentes capazes de reproduzir seus jogos! Saiba mais sobre ele aqui.


Em 1949 a revista Popular Mechanics fez uma previsão para o futuro, dizendo: "Um dia os computadores pesarão menos do que 1,5 tonelada". E pensar que temos smartphones capazes de realizar milhões de vezes mais operações do que os computadores daquela época.