Toda imagem que surge em seu monitor passou antes pela placa de vídeo, que teve que interpretar códigos com instruções sobre como "montar" essa imagem e, depois de criada e colocada em sua memória, a enviou para o monitor. Antigamente as placas de vídeo eram como atores figurantes, pois ninguém dava muita atenção a elas. Com o passar dos anos, os computadores foram aumentando sua capacidade de processamento e, aproveitando-se disso, algumas empresas começaram a desenvolver programas para criação de desenhos técnicos ricos em detalhes. Esses programas são chamados de CAD (Computer-Aided Design - Desenho Auxiliado por Computador).

Simultaneamente ao desenvolvimento desses programas, outras empresas começaram a enxergar no computador um equipamento fantástico para o entretenimento, e os jogos, que até então se limitavam a brincadeiras com cartas ou em pequenos labirintos, começaram a ganhar enormes cenários com gráficos possuindo um realismo impressionante, conforme podemos perceber na cena abaixo:

Esse desenvolvimento transformou as placas de vídeo em peças principais para qualquer computador moderno.

Apenas para ilustrar o enorme avanço que essas placas sofreram num curto espaço de tempo, podemos ver abaixo uma placa de vídeo que era bastante encontrada nos computadores há 20 anos. Trata-se de um modelo PCI da fabrincante Trident e que possuía 1Mb de memória.

Uma placa de vídeo possui basicamente três componentes fundamentais, que são o GPU (Graphics Processing Unit – Unidade de Processamento de Gráficos), as memórias e os conectores.

O GPU trabalha de forma bastante parecida com o CPU, mas ele é otimizado para realizar complexos cálculos matemáticos, necessários para posicionar os polígonos corretamente.

Assim como no CPU, o GPU também precisa de dissipador de calor ou até de ventoinhas, como acontece nas placas mais modernas (imagem abaixo), pois sua temperatura interna atinge níveis muito altos devido a enorme quantidade de transistores presentes nele. Alguns GPUs modernos possuem mais transistores do que a maioria dos CPUs, o que faz com que seja necessário um sistema de refrigeração tão eficiente quanto o do processador principal do computador.

Os GPUs possuem uma linguagem extremamente complexa para criação das imagens, mas antes de falarmos sobre isso, é preciso conhecer dois termos importantes, que são o pixel e a resolução.

O Pixel está para a imagem assim como o átomo está para a matéria, ou seja, ele é o menor ponto que pode existir em uma imagem digital. Cada pixel é formado pela fusão das cores verde, vermelho e azul. Os monitores atuais combinam essas três cores e todas as suas variações, chegando a exibir pixels em 16.700.000 cores.

Resolução é, superficialmente falando, uma maneira de comparar diferentes níveis de detalhes entre imagens. Imaginando duas delas, se a primeira possui maior resolução que a segunda, então ela tem maior qualidade, maior definição nos detalhes. A resolução mede quão próximos estão os pixels, sem chegarem a se sobrepor por completo.

Para a placa de vídeo, a tela do computador é enxergada como uma enorme matriz. Dizer que o seu monitor tem, por exemplo, resolução de 1024 x 768, quer dizer que tudo o que está sendo exibido na sua tela possui 1024 linhas verticais e 768 linhas horizontais. Para se saber a quantidade de pixels presentes numa tela com essa resolução, basta multiplicar os dois números: 1024 x 768 = 786.432 pixels ou 0.78MPixels.

Agora que já falamos um pouco sobre esses dois conceitos tão importantes para o entendimento de como são formadas as imagens, fica fácil ter uma idéia do enorme trabalho que as placas de vídeo possuem. Imaginar a formação de uma imagem como uma página de Internet ou o papel de parede do seu sistema operacional pode parecer simples, mas e a formação de uma imagem de altíssima resolução de um jogo extremamente realista como este?

A perfeição dos jogos atuais é muito grande. Na imagem acima nós podemos perceber o reflexo dos objetos no óculos do soldado. Criar imagens com esse nível de detalhes é mais complexo do que parece. As placas de vídeo precisam interpretar códigos muito extensos para conseguir uma única tela, que recebe o nome de frame. As placas vão recebendo instruções na forma de textos, como: crie um círculo de raio A (onde A é um valor) e posicione o seu centro em X,Y (coordenadas horizontais e verticais). Agora preencha a sua borda com a cor azul e o seu interior de amarelo. Pronto! Aí está descrito simplificadamente como a placa de vídeo pode criar um círculo. Perceba que apenas um círculo exigiu todas essas informações. Imagine imagens como a do BattleField3 (acima), ou do Need For Speed Undercover (abaixo).

A complexidade é enorme, por isso este importante componente do seu computador deve ser bem escolhido. Se o objetivo da sua compra é o entretenimento, pesquise bastante antes de escolher sua placa de vídeo. O recomendado é acessar os sites dos fabricantes dos jogos que se deseja rodar e ver quais são os componentes recomendados.


HARDWARE

Entendendo o seu computador

O que há dentro do meu computador?

Existem alguns componentes fundamentais presentes dentro do seu computador e é muito importante que você conheça um pouco sobre eles, seja para argumentar com algum vendedor durante a compra de um novo PC ou para identificar alguma atitude desleal de algum técnico que esteja te passando um orçamento para reparo. Na seção Raio-X aqui do Contém Bits você pode conhecer e entender mais detalhadamente sobre cada componente, ou também pode clicar abaixo no componente que deseja, para conhecê-lo melhor.

  • Gabinetes

  • Placas-Mãe

  • Processadores

  • Memória

  • Fontes

  • Drives Ópticos

  • Discos Rígidos

  • SSD

  • Placas de Som

  • Placas de Vídeo

Você Sabia?

Utilizar seu notebook em camas, sofás ou qualquer superfície macia pode obstruir as entradas e saídas de ar, elevando a temperatura e provocando danos a diversos componentes. Utilize-o sempre sobre uma superfície rígida. Saiba mais aqui.


Street Fighter 2, lançado para o Super Nintendo no início dos anos 90, foi o principal responsável pelo aumento nas vendas deste console. Graças ao sucesso do título nos Arcades e à perfeita adaptação ao console, muitos consumidores adquiriram o SNES para jogarem o título em casa. Saiba mais.


O primeiro computador a conseguir rodar o jogo Spacewar era o PDP-1, que custava 120 mil dólares e pertencia ao Massachusetts Institute of Technology. O jogo demorou 200 horas para ser desenvolvido, em 1962, e seu criador foi um cientista da computação chamado Steve Russel.


A empresa Take-Two pagou à Infogrames mais de 22 milhões de dólares pelos direitos de Civilization, em novembro de 1994. Ainda sobre este título, Sid Meier, um dos seus fundadores, é o profissional da área dos games mais premiado em todo o mundo.


Até a primeira metade dos anos 90 era bastante comum que as trilhas sonoras dos games fossem criadas por mulheres e a responsável pelas músicas do clássico Street Fighter 2 foi Yoko Shimomura. Segundo ela, o ritmo "Tararirarin" da música tema do personagem Blanka, do Brasil, veio à sua cabeça enquanto ela estava no trem a caminho da Capcom.