Construtores são métodos chamados automaticamente sempre que um novo objeto é criado. O principal papel de um construtor é executar uma sequência de comandos que darão valores iniciais ao objeto. Vejam, na imagem abaixo, o exemplo de um método construtor:

Construtores

A primeira observação importante é que os métodos construtores não possuem nenhum tipo de retorno de dado. Apenas relembrando, sempre que criamos uma função que processará alguma informação e enviará um resultado ao término de sua execução, devemos definir o tipo de retorno. Se a função fará um cálculo e retornará um número inteiro, a função deve especificar o tipo "int" em sua estrutura. Se vai retornar uma frase, palavra ou caractere, deve conter o tipo "string" na estrutura, enfim, é preciso que deixemos explícito o tipo de dado que será enviado. Caso ela não retorne nenhuma informação, devemos ainda assim especificar o tipo "void". Nos métodos construtores isso não é necessário, aliás, eles não devem conter esta especificação.

Na imagem acima podemos observar também que a partir da classe Carro, criada no tópico sobre Classes, defini alguns valores padrão para ela, que foram a cor Branca e a marca FIAT. Dessa forma, sempre que o método construtor for chamado e um novo objeto do tipo Carro surgir, ele terá esses dados inseridos automaticamente em seus atributos. Vejamos a execução disso com o seguinte código:

Construtores

Vamos executar esse código e ver se, de fato, os valores que definimos como padrão são inseridos no objeto:

Construtores

Aqui podemos ver que a cor Branca foi realmente inserida e, ao clicar no OK surge a nova caixa de diálogo, conforme imagem abaixo:

Construtores

A imagem acima mostra que nos foi retornada a marca FIAT, que definimos como padrão no método construtor. Claro que esses são apenas os valores criados no “nascimento” do objeto e, conforme citei anteriormente, eles podem ser alterados. Vou chamar o método setCor alterando a cor para Azul, vejam:

Construtores

E executando esse código temos o seguinte retorno:

Construtores

Agora podemos observar que a nova cor realmente é o Azul. Com isso eu gostaria de deixar claro que o papel de método contrutor é criar o objeto e lhe atribuir valores iniciais, mas também é importante destacar que esses valores podem ser (e quase sempre serão) alterados ao longo da execução do programa.

Para encerrar o assunto Construtores, vale ressaltar que sempre que um objeto é criado o método construtor do mesmo é chamado. Bem, mas o que aconteceria se não fizéssemos o método construtor e mesmo assim tentássemos criar um objeto? Vou anular nosso método construtor, deixando o código da seguinte forma:

Construtores

Agora vamos executar o código:

Construtores

Notem que o código foi executado sem nenhum erro mas, quando a execução chega no trecho onde ele deveria mostrar a cor padrão do nosso objeto do tipo Carro, o campo aparece vazio. A primeira impressão que isso pode causar é que os métodos construtores não são essenciais, já que o código foi executado sem problemas e o valor não foi exibido apenas porque não havia nada na propriedade cor do objeto criado.

Bem, na verdade não é bem assim que as coisas acontecem. O C#, que é a linguagem usada nesses testes, é inteligente o suficiente para detectar que a classe Carro não possuía um método construtor, então, no momento da compilação ele cria um por conta própria e define todas as suas propriedades com valores vazios. Se fossem dados numéricos ele atribuiria valores zero como padrão. Então, o que é importante que fique claro é que mesmo que você não defina um método construtor, ele estará presente para inicilizar seu objeto, caso contrário não seria possível executar o código. De qualquer forma, deixar de criar esses métodos contando com o auxílio do compilador não é uma boa prática de programação. Lembre-se de sempre criá-lo, até porque pode haver situações em que os métodos construtores precisem receber parâmetros de inicialização e, nesse caso o compilador não poderá ajudar. Falarei mais sobre isso no próximo tópico.


HARDWARE

Entendendo o seu computador

O que há dentro do meu computador?

Existem alguns componentes fundamentais presentes dentro do seu computador e é muito importante que você conheça um pouco sobre eles, seja para argumentar com algum vendedor durante a compra de um novo PC ou para identificar alguma atitude desleal de algum técnico que esteja te passando um orçamento para reparo. Na seção Raio-X aqui do Contém Bits você pode conhecer e entender mais detalhadamente sobre cada componente, ou também pode clicar abaixo no componente que deseja, para conhecê-lo melhor.

  • Gabinetes

  • Placas-Mãe

  • Processadores

  • Memória

  • Fontes

  • Drives Ópticos

  • Discos Rígidos

  • SSD

  • Placas de Som

  • Placas de Vídeo

Você Sabia?

Ao completar o nível 99 do jogo Duck Hunt, para Nintendo, o jogo retorna ao primeiro nível, mas um bug impede que se acerte os patos neste recomeço. Este é um exemplo do que é chamado no mundo dos games de "Kill Screen".


Criar um jogo é muito mais complexo do que parece. São milhares, às vezes, milhões de linhas de código. Isso não é exagero! Apenas o jogo Ultima Online possui 6.006.313 linhas de programação, totalizando 25.103.295 palavras


Excesso de barulho dentro do seu gabinete, principalmente logo que você o liga, pode ser sintoma de problemas nas ventoinhas, que podem precisar ser limpas ou trocadas. Entre em contato com um técnico de sua confiança e verifique isso o quanto antes.


O personagem Mario surgiu pela primeira vez no mundo dos games em um jogo chamado Donkey Kong, lançado em 1981. Mario, que naquela época se chamava Jumpman, não era o personagem principal do jogo, mas ele se tornaria um dos mais famosos personagens do mundo dos games. Saiba mais.


O épico jogo River Raid, do Atari, foi desenhado e boa parte de sua programação foi feita por uma mulher: Carol Shaw, uma excelente programadora e funcionária da Activision em 1982. Saiba mais sobre a história deste incrível jogo, aqui.


O filme Mortal Kombat, inspirado no jogo de mesmo nome, faturou 23 milhões de dólares apenas no fim de semana de estreia nos EUA. Ainda sobre este título de sucesso, outra cifra que impressiona é o faturamento ao longo do primeiro ano: 1 bilhão de dólares no mundo todo.


O primeiro computador a conseguir rodar o jogo Spacewar era o PDP-1, que custava 120 mil dólares e pertencia ao Massachusetts Institute of Technology. O jogo demorou 200 horas para ser desenvolvido, em 1962, e seu criador foi um cientista da computação chamado Steve Russel.


O Playstation só nasceu porque uma parceria entre Sony e Nintendo, para desenvolver uma unidade de CD para o Super Nintendo, fracassou. Clique aqui e saiba mais.